Combatendo custos crescentes de alimentos – PARTE 1

Combata custos crescentes de alimento com um sistema de custos!

Você sabe quanto está custando cada item do seu menu? Quando foi a última vez que você atualizou seu custo?

Já se passaram mais de três meses desde a última vez que você calculou o
custo do seu menu? Então há uma grande chance de você estar perdendo dinheiro.

Antes de qualquer coisa, é necessário que você saiba o custo dos seus produtos antes de definir um preço para vendê-los.

Saber quanto custa cada item é a única maneira de saber quanto lucro ele faz.

Além do mais, os preços aumentam com o passar do tempo. Por isso, é necessário que você acompanhe seu custo atual, caso contrário, você não saberá quão lucrativo são os seus itens do menu.

Sobretudo, é preciso saber que à medida que seus custos aumentam, os lucros diminuem.

Isso faz com que alguns restaurantes reajam aumentando o valor dos produtos para compensar o aumento dos custos. Porém, raramente essa é a melhor solução! 

Portanto, saber quais são os itens que lhe custam mais, irá ajudar a decidir a melhor forma de lidar com isso.

Colocar em prática um sistema de custo de menu pode lhe oferecer grandes benefícios! 

Uma vez empregado, o processo de mantê-lo atualizado ajuda você a:

  • calcular a avaliação de estoques;
  • calcular seu custo de vendas; 
  • projetar seu menu para maior rentabilidade.

Criando um sistema de custo de menu:

Para criar um sistema de custo, é necessário um processo de três etapas:

  1. Criar uma lista com todos os ingredientes utilizados para produzir o seu menu.
  2. Documentar e calcular o custo de todos os ingredientes comprados.
  3. Criar uma planilha para cada item que você vende.

Todos os restaurantes devem possuir uma planilha com todos os ingredientes. Ademais, esta planilha deve incluir informações, como: quando foi comprado, validade e preço dos ingredientes. 

Na planilha, outras informações podem ser incluídas para facilitar as contagens de pedidos e estoque, como, o fornecedor e o código do produto do fornecedor, por exemplo. 

Coluna “Itens”:

É usada para listar os produtos comprados. Além disso, é uma boa ideia agrupar seus itens por categoria para que seja mais fácil encontrá-los na hora de atualizar os preços. 

Coluna “Volume”:

Usada para descrever a quantidade, validade e peso de cada item.

Coluna “Preço”:

É usada para mostrar o preço dos itens comprados. Cada vez que você atualiza os preços na planilha, o custo do menu também são atualizados. 

Portanto, isso requer experiência, tempo e uma pesquisa de satisfação adequada para saber o que seus clientes estão achando sobre a organização do seu negócio.  

É aí que entra o Risposta, por que realizamos pesquisas de satisfação com foco total no cliente.

Acima de tudo, as respostas obtidas por nós representam exatamente a opinião de quem mais importa para o seu negócio.

Aplicando pesquisa de satisfação em restaurantes

Conheça o Risposta:

Risposta é a pesquisa de satisfação que consegue reunir as suas maiores necessidades em uma só ferramenta.

Proporcionamos mais economia, ganho de tempo e assertividade em suas decisões.

Além disso, possuímos um banco de dados repleto de informações sobre o segmento, disponibilizando-as, de forma anônima, para consulta.

Ficou interessado no que o Risposta pode fazer pelo seu negócio?

Entre em contato agora com um de nossos consultores e saiba mais sobre o Risposta acompanhando nosso Instagram.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *